• Início
  • Resenhas
  • Críticas
  • Autores Parceiros
  • Vídeos
  • Contato
  • Resenha:O Despertar do Príncipe

    Aos 17 anos, Liliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade.
    Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem.
    Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos.
    A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth.

    Eu sempre gostei muito de conhecer novas culturas, sejam elas por filmes, documentários ou livros, então eu estava muito ansiosa em ler o livro da Colleen Houck, não só por ela trazer um assunto que eu gosto muito, que é mitologia egípcia, mas também por ter visto muitas resenhas positivas a respeito desse primeiro livro.

    Em "O Despertar do Príncipe" conhecemos Liliana Young, uma garota que leva uma vida com tudo do bom e do melhor e enquanto está de ferias em Nova York ela visita a seção egípcia do Museu Metropolitano da Arte e logo ao entrar naquela parte do museu escuta alguns barulhos estranhos que já a deixam meio receosa, mas ela estava disposta a explorar o lugar e começar a visita, contudo, logo ela encontra um garoto muito estranho, apesar de muito lindo, que falava uma língua desconhecida por ela, e após ele pronunciar algumas palavras estranhas ela sente uma dor terrível e logo em seguida começar a entender o que o estranho falava e não era exatamente uma coisa que ela queria ouvir.

    Ele é Amon, um antigo príncipe do Egito que acabou de acordar de um sono de mil anos e que juntamente com seus dois irmãos tem que impedir o Deus Seth de destruir o mundo, e como se já não fosse estranho o suficiente, parece que ela esta ligada a Amon, pois os seus vasos canópicos não estavam junto a ele quando despertou e por isso ele precisa da energia de Lili. Depois desse episodio e muitos outros ela embarca com Amon para o Egito, mas as coisas saem mais complicadas do que o esperado.

    "A Eternidade é um tempo longo demais para não se ter alguma coisa para lembrar."

    Na minha opinião, todos os personagens criados pela Colleen Houck nesse livro são incríveis, eu adorei a Lily, ela é uma protagonista que apesar de ter dinheiro não é mimada e não tem medo de colocar a mão na massa. Claro que no inicio do livro ela pirou e tentou fugir do Amon, afinal que não tentaria? Um cara desconhecido chega para você e fala que ele é um príncipe do antigo Egito e que tem que impedir a destruição do mundo, eu que não ficaria parada.

    Deixando a parte que eu correria do Amon de lado, meninas e meninos, que carinha é esse? Ele é incrível, fantástico, lindo, perfeito...e mais um monte de adjetivos. A personalidade dele (e a aparência também, porque ele é muito lindo) quase compensam todo o susto que ele fez a pobre Lily passar no inicio do livro. Serio mesmo, eu me apaixonei por ele e eu queria um Amon pra mim.

    O Asten, que é um dos irmãos de Amon também é maravilhoso, e ao contrario dos outros dois ele é mais saidinho, se é que vocês me entendem, ele é mais despojado e não poupa encantos enquanto fala. E apesar de seu jeito todo descolado ele valoriza muito a família e esta disposto a tudo para a proteger aqueles que ama.

    Bom, não tem um jeito fácil de falar isso, então eu vou direto ao ponto. Eu me apaixonei pelos três irmãos, estou me sentindo uma Katherine da vida (referencia de TVD), mas não tem como não se apaixonar. Enquanto o Amon é todo protetor e o Asten descolado, o Ahmose tem um lado todo tímido e carinhoso, é muita tentação pro livro só minha gente! Eu amei os três e se pudesse iria coloca-los num potinho e guardar pra mim.

    Outra pessoa fundamental nessa historia é o Hassam, um egiptologista que conhece a historia dos irmãos e sabe o quão importante é a tarefa deles. 

    “Ela não é nem minha e nem sua. Não está comprometida com ninguém. Ela pertence a si mesma”

    A leitura do livro foi incrível, eu confesso que depositei muitas expectativas em relação a historia e elas com certeza foram atendidas, e de quebra que me apaixonei por mais três personagens (isso que é piriguetagem literária). A Colleen tem uma escrita maravilhosa e a historia não cai muito no clichê, apesar de ter alguns elementos, eu me surpreendi muito com o final e mal posso esperar para poder conferir a continuação.

    A Editora Arqueiro caprichou na edição, a capa é azul e tem um tom puxado pro metálico que é uma das coisas mais lindas que eu já vi e tudo isso sem deixar de lado os símbolos egípcios. As paginas tem as folhas amareladas, as letras tem um tamanho médio e eu não encontrei nenhum erro de revisão, em suma esse livro pra mim, foi perfeito. Super recomendo!


          Editora: Arqueiro || Autora: Colleen Houck || Paginas: 384 || Skoob || Buscapé



    Arqueiro: Lançamentos de Agosto

    Olá, pessoal. Tudo bem?
    Agosto finalmente chegou e com ele os lançamentos do mês da editora Arqueiro! Tem muita coisa bacana e eu estou bem curiosa para conferir todos os títulos.


    Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela.
    Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão.
    Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir.
    Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.

    Arqueiro: Lançamentos de Julho

    Olá, pessoal. Tudo bem?
    Nesse post eu venho trazer todas as novidades da Arqueiro do mês de Julho, e na próxima semana  eu venho trazer os lançamentos de Agosto.


    Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta?
    Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho.
    Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?
    Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade.
    A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.

    Resenha: Confissões de Um Garoto Tímido, Nerd e (Ligeiramente) Apaixonado


    Davi está no segundo ano do ensino médio e finalmente tomou coragem para iniciar o curso de astrologia que sempre quis fazer mas nunca teve coragem de admitir, por medo de sofrer preconceitos.
    Entre signos e mapas astrais, conhece Milena, uma menina incrível, que o deixa encantado com seu jeito apaixonante. Tetê, melhor amiga de Davi, o incentiva a investir no relacionamento, mas vencer a timidez é um desafio para ele. Ajudar Zeca, seu amigo que passa por problemas amorosos, também é uma dificuldade, pois Davi é inexperiente no assunto.
    No final do primeiro semestre, entretanto, uma novidade causa um rebuliço na turma: Samantha, colega de classe do trio, apresenta Gonçalo, que mora em Portugal e veio passar as férias de verão europeu na casa dela, no Rio de Janeiro.
    A chegada do estrangeiro tem efeitos inesperados, e Davi e seus amigos passam a lidar com questões que nunca imaginaram ter que enfrentar.

    Eu já tive contato com os livros da Thalita anos atrás, quando eu ainda estava no fundamental, eu lembro que amei a coleção "Fala Serio!', foram alguns dos livros que marcaram a minha infância/pré-adolescência e eu estava muito animada em ler novamente algo Thalita e depois de conferir o "Confissões de Um Garoto Tímido, Nerd e (Ligeiramente) Apaixonado" eu posso afirmar que não me decepcionei de nenhuma maneira. 

    O livro é um spin-off de "Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática" então quem já leu esse livro já está ambientado com os personagens e as historias, mas caso você, assim como eu, não tenha lido o primeiro livro não faz mal, você ira entender completamente a historia e não vai ficar perdido, talvez apenas pegue alguns spoilers do livro anterior.

    Top 05: Melhores Doramas - Parte 2

    Olá, pessoal.
    Hoje eu vim trazer o meu Top 5 sobre doramas. Foi muito difícil escolher apenas cinco, mas parando para pensar tem sempre aqueles que tem um espaço guardado no coração. Então espero que se sintam recomendados.

    1- Weightlifting Fairy Kim Bok-Joo




    Kim Bok Joo é um fenômeno do levantamento de peso que dedicou sua vida inteira apenas às barras enquanto crescia ao lado de seu pai, Kim Chang Gul, um antigo halterofilista. Ela frequenta a Universidade de Educação Física Hanwool, uma universidade cheia de atletas de alto nível que se esforçam rumo ao sucesso com a esperança de representarem seu país em competições nacionais e internacionais. Bok Joo frequentou a mesma escola que Jung Joon Hyun, e o encontra novamente na universidade. Agora ele é um nadador de competição que está tendo problemas para superar o trauma de ter sido desqualificado devido a uma largada queimada em sua primeira competição internacional de natação. 

    Esse dorama se destacou para mim pois trata de temas leves como amizade e primeiros amores. Mas também explora muito bem assuntos mais sérios como problemas em família e incertezas sobre o futuro. E a história passa entre jovens na faculdade, onde não tem uma protagonista santinha e uma vilã. Nesse dorama todos tem suas parcelas de vilão e mocinho. Fora que o casal principal são pura fofura!